“Em situações de extremo risco, funcionamos, em termos mentais, ‘quase’ por instinto. Por isso podem surgir comportamentos de competição, de disputa por mantimentos ou pela posição de líder.”